This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS vê aprovada candidatura SONDA2026 ao PRR

Projeto, com mais de 150 parceiros, recebe financiamento de cerca de 10 M¤

##1##

O projeto SONDA2026 - Smart Open Networks for Development Acceleration, candidatado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), acaba de ser aprovado para financiamento, tendo obtido a classificação de 9,63 (num máximo de 10 pontos), a mais elevada entre todos os Politécnicos.

A candidatura, que agrega mais de 150 parceiros e que será financiada com o montante de 9 804 000¤, foi submetida aos programas "Impulso Jovens STEAM" e "Impulso Adultos", criados para apoiar iniciativas a desenvolver por instituições de ensino superior (IES), em parceria ou consórcio com empresas, autarquias e outras entidades públicas locais, regionais e nacionais.

O projeto propõe-se cobrir três lacunas essenciais na oferta pública de ensino superior, nomeadamente a inexistência de Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) na zona norte de Lisboa, que já está a ser suprida pelo IPS com a abertura de quatro formações nos concelhos de Amadora, Loures e Vila Franca de Xira.

Outro vazio identificado fiz respeito à inexistência de um estabelecimento de ensino superior que sirva a região do Alentejo Litoral e que será colmatado com a sexta escola superior do IPS, projeto a erguer de raiz numa parceria com a Câmara Municipal de Sines, na sequência de protocolo assinado em julho último.

Por último, a candidatura aprovada propõe-se contribuir para ultrapassar o défice nacional no que respeita à formação ao longo da vida, em especial nas áreas das competências digitais e da saúde.

Segundo o presidente da instituição, Pedro Dominguinhos, o projeto SONDA2026 "constituirá um marco relevante para o IPS e para a região, porquanto permite qualificar mais pessoas, jovens e adultos, promover a inclusão e o desenvolvimento regional" e, também, salienta, "financiar a construção de um edifício próprio para a Escola Superior de Saúde", projeto pendente há 20 anos.

Além do Município de Sines, a referida candidatura resulta de um conjunto de parcerias, nomeadamente com um vasto número de empresas nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação, como a Microsoft, a Everis ou a Deloitte, e também com instituições particulares de solidariedade social, misericórdias, hospitais, unidades de saúde e outras autarquias.

Recorde-se que o programa "Impulso Jovens STEAM" tem por objetivo promover e apoiar iniciativas orientadas exclusivamente para aumentar a graduação superior de jovens em áreas de ciências, tecnologias, engenharias, artes e matemática (STEAM- Science, Technology, Engineering, Arts and Mathmetics). Apoiar a conversão e atualização de competências de adultos ativos é, por seu turno, o intuito do programa "Impulso Adultos".

10 de novembro/2021

 

Opções
Últimas Notícias
Politécnico de Setúbal reforça qualificação de talentos digitais
Jornal MoveTe | nova edição já disponível
IPS distinguido por boas práticas na área da sustentabilidade
Estudantes do IPS criam aplicações para cuidadores de doentes de Alzheimer
Ministro defende 'ensino superior mais ativo' nos Países de Língua Portuguesa