This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Projetos Erasmus+ | Últimas

Conheça os projetos em curso no IPS

Politécnico de Setúbal recebeu reunião de arranque do projeto europeu BUILD2050

Encontro reuniu 25 participantes, em presença e online

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) acolheu, nos dias 8 e 9 de março de 2022, a reunião de arranque do projeto  europeu BUILD2050 - Training for Sustainable and Healthy Building for 2050, enquanto coordenador deste consórcio que reúne sete instituições de ensino superior e que pretende, até 2025, contribuir ativamente para uma construção civil mais sustentável e promotora da saúde e bem-estar.

O encontro inaugural de parceiros, que reuniu 25 participantes, em presença e online, decorreu nas duas escolas superiores de Tecnologia do IPS, em Setúbal e no Barreiro, tendo-se debruçado sobre as atividades a desenvolver ao longo do primeiro ano do projeto. A reunião, cuja sessão de boas-vindas esteve a cargo do presidente da instituição, Pedro Dominguinhos, foi igualmente marcada por uma visita técnica a uma construção inovadora, em que participaram elementos das equipas portuguesa e polaca, da Universidade de Ciências da Vida de Varsóvia.

##2## ##3##

Estiveram igualmente presentes, enquanto parceiros associados, a ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, a S.ENERGIA - Agência Regional de Energia para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete, o LNEG - Laboratório Nacional de Energia e Geologia, a associação Just a Change, que se dedica a apoiar pessoas carenciadas na reabilitação das suas casas, e o Politécnico da Guarda.

"O projeto teve um arranque com uma elevada manifestação de interesse e mobilização das diferentes equipas. Verificou-se igualmente o interesse dos municípios em participarem como parceiros associados, nomeadamente de Grândola e da Guarda", sublinha a investigadora responsável, Susana Lucas, do INCITE - Centro de Inovação em Ciência e Tecnologia do IPS.

Financiado pelo programa Erasmus+, o projeto BUILD2050 enquadra-se na estratégia de transição ambiental instituída pelo Pacto Ecológico Europeu, que visa tornar a Europa climaticamente neutra até 2050, focando-se no desenvolvimento de uma formação integrada e transnacional de técnicos capacitados para projetar e construir novos edifícios ou renovar os existentes tendo em vista a redução das emissões de carbono, assim como a produção de poluição.

Entre os principais resultados a alcançar contam-se a criação de conteúdos transnacionais para oito cursos na área Construção 2050, a formação dos primeiros 30 graduados, provenientes de diferentes países europeus, assim como o lançamento de uma plataforma e de um eBook que disponibilizará os respetivos conteúdos ministrados e resultados das ações.

O projeto resultará igualmente na criação do Guia Europeu BUILD2050, pretendendo, em última instância, dar origem a uma rede europeia consolidada de profissionais, investigadores e decisores políticos nas áreas temáticas da Construção 2050.

Da parte do IPS, integram igualmente este projeto elementos do Centro de Investigação em Energia e Ambiente (CINEA-IPS), sendo instituições parceiras do consócio a Universidade de Bolonha  e o Politécnico de Milão (Itália), a Universidade de Atenas (Grécia), a Universidade de Bochum (Alemanha), a Universidade de Ciências da Vida de Varsóvia (Polónia), e a Universidade de Tecnologia de Luleå (Suécia).

 


 

Semana Internacional  - Projeto RENE | 18 a 22 de outubro

A "International Week" do Projeto RENE decorrerá, presencialmente, na ESS / IPS.

Este Projeto (RENE - Renewing Ergonomic Education for Healthcare Students) está enquadrado no programa ERASMUS +, com a duração de 3 anos, terminando em agosto de 2022.

Tem como principal objetivo a criação/desenvolvimento de um Curso Internacional de 5 ECTS para estudantes do ensino superior da área da saúde, no âmbito da mobilização segura de doentes (cuidar da segurança dos utentes e também da segurança dos profissionais/cuidadores de saúde).

Estarão presentes 16 docentes e investigadores na área, e 20 estudantes de diversos cursos da área da saúde dos países envolvidos (Espanha, Eslovénia, Estónia, Finlândia, Lituânia e Portugal). 

Durante esta semana será realizado o teste piloto de toda a parte prática do curso, o que inclui:

- aulas práticas e rolle-play (demonstração das técnicas e estratégias utilizando materiais e equipamentos ergonómicos);

- aulas de simulação (cenários reais para desenvolvimento pelos estudantes);

- visitas de estudo a locais de prática clínica real, com utentes;

- workshops para avaliação das estratégias de ensino /aprendizagem bem como instrumentos de avaliação a incluir no plano curricular no final do curso.

Da ESS estarão presentes as Professoras: Aldina Lucena (coordenadora do projeto), Isabel Bastos de Almeida e Teresa Mimoso, bem como as estudantes: Inês Naito Branquinho, Catarina Carvalho Calisto e Mariana dos Santos Ramos Lourenço, do curso de licenciatura em licenciatura em Fisioterapia. 

 


 

O projeto DIGITOOL TO CIRCULAR ECONOMY está em marcha!

O projeto DIGITOOL TO CIRCULAR ECONOMY está a ser desenvolvido através da colaboração de instituições de ensino de Portugal (IPS), Letónia, Lituânia, Itália e Albânia com o apoio do Programa Erasmus+ da União Europeia.

Com o objetivo de construir uma ferramenta formativa para compreender a Economia Circular, destinada a estudantes e docentes do ensino superior, estamos a construir um curso  online destinado sobretudo a alunos e docentes do ensino superior. Este curso abordará a economia circular de uma forma geral, estudando detalhadamente algumas das suas componentes, como o consumo, a produção, o lixo e o desperdício e os modelos de negócio.

A interação entre todos os elementos desta equipa de trabalho alargada e culturalmente diversificada é uma tarefa complexa, pois inclui o cumprimento de uma calendarização rígida e a partilha de tarefas e de ideias. Felizmente que os recursos tecnológicos atuais permitem uma interação e partilha de recursos que ultrapassam parcialmente os atuais constrangimentos às deslocações, relacionados com a COVID 19.

O início de julho de 2021 foi muito gratificante. Permitiu apresentar o projeto à comunidade IPS numa sessão da "Ciência à Conversa" - onde estiveram presentes muitos membros da comunidade IPS - e pela realização de uma primeira reunião de trabalho do grupo de projeto. Nesta reunião internacional, a equipa de trabalho do IPS/ESCE teve a oportunidade de partilhar as atividades que já realizou no âmbito deste projeto e de recolher contributos dos restantes colegas que nos permitirão melhorar o trabalho. Da mesma forma, outros colegas partilharam os conteúdos já desenvolvidos e em conjunto todos contribuiram para que o resultado final possa ser melhorado.

Sigam-nos aqui: https://digitooltoce.ba.lv/         

 


 

Projeto Erasmus+ KA107 (International Credit Mobility)

No âmbito do projeto Erasmus+ KA107 (International Credit Mobility), relativo a mobilidade individual com a Ucrânia e o Uzbequistão, o IPS recebeu a visita dos professores Oleksandr Bondarenko (de 14 a 23 de junho de 2021) e Iuliia Yamnenko (de 21 a 25 de junho), ambos do Departamento de Dispositivos e Sistemas Eletrónicos do Politécnico de Kiev.

O Professor Oleksandr veio com uma bolsa de mobilidade para formação, e esteve a desenvolver contactos e algum trabalho com professores do Departamento de Eletrónica e Computadores da ESTSetúbal/IPS, em particular com o Professor Victor Pires.

A professora Iullia Yamnenko veio com uma bolsa de mobilidade de ensino, tendo ministrado duas aulas abertas, destinadas a estudantes de licenciatura e mestrado, com as seguintes temáticas: "Machine Learning and IoT solutions in MicroGrid" e " Digital signal processing in MicroGrid".

##1##

No dia 23 de junho, os docentes participaram numa reunião com a Vice-presidente do IPS para a área internacional e representantes do CIMOB-IPS, o Diretor e a Coordenadora de Mobilidade da ESTSetúbal, e com os professores do DEE Armando Pires, Victor Pires, Elena Baikova e Svetlana Chemetova.

O objetivo da reunião foi a análise da cooperação desenvolvida até à data, bem como a definição de oportunidades futuras de cooperação, nomeadamente no que respeita à implementação da mobilidade de estudantes aprovada em 2020 e à continuidade de desenvolvimento de publicações e projetos conjuntos. Nesta reunião foi também discutida a possibilidade de se avançar com um grau duplo ao nível do mestrado, e de se poder integrar estudantes de doutoramento para efeitos de formação na mobilidade entre as duas IES.

Sobre o projeto:

O projeto Erasmus+ KA107, de mobilidade individual extracomunitária (com a Ucrânia e o Uzbequistão), foi aprovado na convocatória do programa de 2018. No caso da Ucrânia, foram aprovadas 8 bolsas para mobilidade de trabalhadores docentes e não docentes, para missões de ensino e de formação de/para o Politécnico de Kiev (Igor Sikorsky Kyiv Polytechnic Institute).

No IPS o projeto está essencialmente centrado na ESTSetúbal, particularmente no seu Departamento de Engenharia Eletrotécnica (DEE), e com especial enfoque nas áreas da Eletricidade e Energia e Eletrónica e Automação. Dentro destas áreas, as duas instituições têm vindo a demonstrar particular interesse em potenciar a colaboração bilateral nos campos das Energias Renováveis e da Biomedicina.

Até à data desta visita estavam já realizadas 5 das 8 mobilidades, sendo que, com a visita destes dois participantes, ficará a faltar apenas uma, a realizar em Julho de 2021 por um professor do IPS. O projeto terminará precisamente a 31/07/2021, sendo que ambas as IES têm já um novo projeto da mesma tipologia, aprovado na convocatória de 2020, que estará ativo até julho de 2023, e que, pela primeira vez na cooperação entre as duas IES, permitirá igualmente a mobilidade de estudantes.

 

 

24 de março/2022

 

Opções
Últimas Notícias
Mobilidade Erasmus para staff | Candidaturas até 12 de junho
Politécnico de Setúbal acolhe festival de cinema e cidadania
IPS acolhe dois novos membros na Universidade Europeia E³UDRES²
E³UDRES² promove Bootcamp 2022 | Inscrições até 20 de maio
Titulares de Ensino Profissional ou Artístico | Candidaturas até 3 junho