This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS suspende ensino clínico e reduz presença em sala de aula

Presidência determina medidas extraordinárias de prevenção do COVID-19

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) vai suspender a aprendizagem em contexto clínico, mantendo a restante atividade letiva, ainda que privilegiando as abordagens pedagógicas alternativas à presença em sala de aula, como o e-learning ou a videoconferência, entre outras. Estas são apenas duas das medidas extraordinárias constantes no despacho da Presidência que entrará em vigor amanhã, dia 12 de março, no quadro nacional de prevenção e contenção da infeção pelo novo coronavírus (COVID-19).

O documento, que pode ser consultado no portal da instituição, determina igualmente que sejam canceladas todas as deslocações previstas para países e/ou regiões onde se verifique transmissão comunitária ativa do COVID-19, e reduzidas ao "imprescindível e inadiável" as deslocações em território nacional, privilegiando-se nesta fase a "realização de reuniões não presenciais, utilizando para o efeito a vídeo conferência ou outros meios eletrónicos equivalentes".

Todos os eventos calendarizados, entre conferências, seminários, cerimónias, iniciativas desportivas, aulas abertas, visitas de estudo, dias abertos, ou outros de natureza similar, vão ser também suspensos, adiados ou cancelados, sendo também interrompido o atendimento presencial a toda a comunidade académica em vários dos serviços do IPS, que passará a ser realizado por correio eletrónico, telefone ou através de outras plataformas existentes para o efeito.  No refeitório privilegiar-se-á o serviço de take away.

No que toca ao Clube Desportivo IPS, estão igualmente suspensas todas as atividades, incluindo-se aqui quer a prática autónoma por parte dos utentes, quer a utilização das instalações por equipas, internas e externas, de desportos coletivos.

As referidas medidas foram tomadas depois de consultadas as autoridades de saúde competentes e os órgãos de gestão internos, e estão em consonância com a posição conjunta assumida ontem, em reunião plenária, pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), segundo a qual "não existem razões de saúde pública que justifiquem o encerramento de instalações nas instituições de ensino superior". 

O IPS mantém-se, ainda assim, vigilante face à dinâmica da evolução da situação e, numa perspetiva de contínua salvaguarda da saúde pública e de respeito pelos direitos da comunidade académica, as medidas agora adotadas podem, se e quando se justificar, ser alteradas de acordo com as orientações nacionais de prevenção e controlo do COVID-19.

11 de março/2020

Opções
Últimas Notícias
Atualização COVID-19 | Plano de retorno dos serviços
Licenciaturas | oferta formativa, acesso, saídas profissionais
Prémio Inovação Jovem Engenheiro distingue docente do IPS
IPS na primeira linha das boas práticas de desenvolvimento sustentável
Pedro Dominguinhos toma posse 'em casa' na 1ª reunião presencial do CCISP