This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Estudantes Atividades Académicas Matrículas e Inscrições
Matrículas e Inscrições
PROCEDIMENTO DE MATRÍCULAS

Os procedimentos de matrícula para os colocados pelo concurso nacional de acesso são diferentes dos colocados pelos restantes concursos de acesso.

Colocados pelo Concurso Nacional de Acesso

Os colocados irão receber um sms com as credenciais de acesso ao portal da Escola que ministra o curso (utilizador e senha).

Deverão autenticar-se, sendo, de imediato, obrigados a mudar de senha (a qual deve conter entre 6 a 8 caracteres, ter maiúsculas, minúsculas e algarismos).

Mudada a senha, terão que se autenticar de novo no Portal e, de seguida proceder ao preenchimento do inquérito que lhes é fornecido, bem como a execução da inscrição nas unidades curriculares (os estudantes regulares deverão inscrever-se em todas as unidades curriculares do 1º Ano).

No menú do lado direito, na opção Propinas, os estudantes poderão encontrar as referências multibanco que lhes possibilitam o pagamento das prestações (caso tal não esteja visível, clique no menu do lado esquerdo, no seu nome de utilizador). Tenha em atenção que é obrigatório proceder ao pagamento da 1ª prestação antes de se dirigir aos serviços, para entrega da documentação.

Os colocados deverão dirigir-se presencialmente aos serviços da Divisão Académica do campus onde funciona o curso em que ficou colocado, tendo que ser portadores dos documentos abaixo listados.

No local, ser-lhes-á fornecido o seu número de estudante o qual dará acesso ao Portal da Escola, sendo a senha de acesso igual ao número do BI/CC.

Colocados pelos Concursos de Acesso Locais

Os colocados nos concursos de acesso locais irão receber uma mensagem de correio eletrónico, no endereço utilizado na candidatura, com as instruções a seguir para o arranque das matrículas. Nela, ser-lhe-ão facultados o número de estudante, com que se terão que autenticar no portal da Escola que ministra o curso em que se matriculam, sendo a senha de acesso igual ao número do BI/CC.

Uma vez autenticados, os candidatos são obrigados a mudar de senha (tendo a mesma que conter entre 6 a 8 caracteres, ter maiúsculas, minúsculas e algarismos).

Mudada a senha, terão que se autenticar de novo no Portal e, de seguida proceder ao preenchimento do inquérito que lhes é fornecido, bem como a execução da inscrição nas unidades curriculares (os estudantes regulares deverão inscrever-se em todas as unidades curriculares do 1º Ano).

No menú do lado direito, na opção Propinas, os estudantes poderão encontrar as referências multibanco que lhes possibilitam o pagamento das prestações, tendo obrigatoriamente de proceder ao pagamento da 1ª prestação antes de se dirigir aos serviços para entrega da documentação.

DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULAS

As matrículas são realizadas presencialmente na Divisão Académica, tendo que apresentar/entregar obrigatoriamente os seguintes documentos (a não apresentação de qualquer um dos documentos listados, implica a não realização da matrícula):

  • Original e fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão/Passaporte ou Minuta de documento de identificação (PDF | 175KB);
  • Original e fotocópia do Cartão de Contribuinte (apenas para cidadãos portugueses, caso de ainda não terem o Cartão de Cidadão);
  • Comprovativo de morada de residência - o comprovativo de morada, exigido para efeitos de matrícula e inscrição nos cursos do IPS, pode ser obtido por uma das seguintes formas:
    • a) No Portal das Finanças - pedindo o comprovativo de morada fiscal no Portal das Finanças. Basta aceder ao Portal, e carregar em “Serviços Tributários”. Deverá então seguir o seguinte caminho: Serviços Tributários > Cidadãos > Obter > Certidões > Efectuar Pedido. Aí poderá obter a sua certidão de domicílio fiscal. A grande vantagem de obter este comprovativo é que não representa qualquer despesa.
      b) Na Loja do Cidadão – Pode solicitar o comprovativo de morada (que vive e onde vive), o qual tem custos. O comprovativo é entregue no próprio dia.
      c) Na Junta de Freguesia - Pode também obter o comprovativo na Junta de Freguesia. O custo é o mesmo do aplicado na Loja do Cidadão, não sendo em geral fornecido no próprio dia.
  • Certificado(s) de Habilitações* - obrigatório para os colocados pelos concursos de acesso local. O certificado de habilitações a entregar depende do tipo de concurso de acesso local. Assim:
    • a) Concursos especiais de acesso à licenciatura - Comprovativo da titularidade das Provas M23 OU Comprovativo da titularidade de CET OU Comprovativo da titularidade de CTeSP OU Comprovativo da titularidade de outro curso superior;
      b) Concurso de mudança de par instituição/curso de licenciatura - Comprovativo da forma de ingresso no ensino superior (Ficha ENES, declaração da instituição de ensino superior acompanhado do respetivo diploma de titularidade);
      c) Concursos de acesso aos CTeSP - Diploma de 12º Ano ou equivalente OU Comprovativo da titularidade das Provas M23 OU Comprovativo da titularidade de CET OU Comprovativo da titularidade de CTeSP OU Comprovativo da titularidade de outro curso superior;
      d) Concurso de mudança de par instituição/curso de CTeSP - Comprovativo de frequência de CTeSP.
  • Boletim Individual de Saúde com a vacina anti-tetânica atualizada.
  • Declaração de autorização de dados pessoais (DOC | 143KB), devidamente assinada.
  • Comprovativo de não prescrição na Escola de origem (no caso de colocados através dos concursos de mudança de par instituição/curso, não oriundos do IPS);
  • Cópia da Portaria/Despacho que aprova o Plano de Estudos do curso de origem* (no caso de colocados através dos concursos de mudança de par instituição/curso, não oriundos do IPS);
  • Programas detalhados das UC do curso de origem autenticados, se não entregues no processo de candidatura, no caso de colocados que já tenham frequentado o ensino superior, não oriundos do IPS* (se aplicável);
  • Comprovar os pré-requisitos exigidos para os cursos de Desporto, Tradução e Interpretação de Língua Gestual Portuguesa, Enfermagem, Acupuntura, Fisioterapia e Terapia da Fala;
    • Curso de Licenciatura em Tradução e Interpretação da Língua Gestual Portuguesa: Comprovativo de realização do Pré- requisito (Grupo F) – Declaração Médica comprovando acuidade visual e ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal, a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia.
      Curso de Licenciatura em Desporto: Comprovativo de realização do Pré-requisito (Grupo C) - Declaração emitida pelo estabelecimento de ensino onde realizou as provas, atestando que possui as capacidades de robustez e de domínio técnico básico necessárias à condução do ensino e treino de especialidades desportivas.
      Cursos de Licenciatura em Enfermagem e Fisioterapia: Comprovativo de realização do Pré-requisito (Grupo A) – Declaração Médica comprovando não apresentar deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal, a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia;
      Curso de Licenciatura em Terapia da Fala: (Grupo A) – Declaração Médica comprovando não apresentar deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal, a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia, bem como declaração emitida por um Terapeuta da Fala, comprovando a ausência de perturbações de linguagem e/ou fala e do domínio da língua portuguesa, tal como é falada e escrita em Portugal.
* No caso de estudantes estrangeiros, estes documentos devem ser autenticados pela embaixada ou consulado português no país de origem, ou pela Apostila da Convenção de Haia, e, se não estiverem escritos em português, espanhol, francês ou inglês, traduzidos para português por tradutor reconhecido pela representação diplomática portuguesa.

Pela matrícula é devida uma taxa (ver tabela de emolumentos ), que contempla o seguro escolar e os custos com o processo de matricula, bem como uma propina de acordo com a Regulamento de Propinas (PDF | 620KB). A propina pode ser paga na totalidade ou em 10 prestações sendo a primeira paga obrigatoriamente no ato de matrícula (a matrícula apenas fica válida após o pagamento da primeira prestação da propina. Caso não seja paga dentro do prazo estabelecido, serão aplicadas coimas por não cumprimento de prazos).

Os calendários de matrículas para 2017/2018 podem ser consultados no seguinte documento Calendário de Matrículas e Inscrições (PDF | 76KB).

PROCEDIMENTO DE INSCRIÇÕES

A inscrição dos estudantes a frequentar cursos ministrados nas Escolas do IPS é efetuada online, no portal da Escola, apenas se considerando completa após: (1) a inscrição nas unidades curriculares, (2) o pagamento da 1ª prestação da propina, (3) entrega do boletim de inscrição assinado, (4) entrega da declaração de autorização dos dados pessoais (ambos os documentos a ser colocados na caixa de correio da DA) e (5) do comprovativo de morada de residência (enviada através da conta de correio eletrónico do IPS, para o endereço divisao.academica@ips.pt).

A inscrição decorre no período estabelecido no calendário escolar (Prazos a Não Esquecer), sendo aplicada a coima prevista na tabela de emolumentos a quem não cumpra os prazos estabelecidos.

No ficheiro Manual de Inscrições tem acesso a informação detalhada sobre as operações de inscrição.

DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÕES

As inscrições são realizadas exclusivamente online.

Os calendários de inscrições para 2017/2018 podem ser consultados no seguinte documento Calendário de Matrículas e Inscrições (PDF | 76KB). Pela inscrição é devida uma taxa, que contempla o seguro escolar e os custos com o processo de inscrição, bem como uma propina de acordo com o regulamento de propinas. A propina pode ser paga na totalidade ou em 10 prestações, sendo a primeira paga obrigatoriamente no ato de inscrição (a inscrição apenas fica válida após o pagamento da primeira prestação da propina. Caso não seja paga dentro do prazo estabelecido, serão aplicadas coimas por não cumprimento de prazos).

Os estudantes têm ainda que proceder ao envio, à Divisão Académica, do comprovativo de morada.

Os estudantes da ESS, dos 2.º e 3º Anos do curso de licenciatura em Enfermagem e do 2º Ano do curso de licenciatura em Fisioterapia, têm que preencher e enviar à DA a declaração associada ao regime de precedências do curso ( Declaração para a Licenciatura em Enfermagem (PDF | 142KB); Declaração para a Licenciatura em Fisioterapia (PDF | 142KB)).

COMPROVATIVO DE MORADA DE RESIDÊNCIA - O comprovativo de morada, exigido para efeitos de matrícula e inscrição nos cursos do IPS, pode ser obtido por uma das seguintes formas:

    a) No Portal das Finanças - pedindo o comprovativo de morada fiscal no Portal das Finanças. Basta aceder ao Portal, e carregar em “Serviços Tributários”. Deverá então seguir o seguinte caminho: Serviços Tributários > Cidadãos > Obter > Certidões > Efectuar Pedido. Aí poderá obter a sua certidão de domicílio fiscal. A grande vantagem de obter este comprovativo é que não representa qualquer despesa.
    b) Na Loja do Cidadão – Pode solicitar o comprovativo de morada (que vive e onde vive), o qual tem custos. O comprovativo é entregue no próprio dia.
    c) Na Junta de Freguesia - Pode também obter o comprovativo na Junta de Freguesia. O custo é o mesmo do aplicado na Loja do Cidadão, não sendo em geral fornecido no próprio dia.
MUDANÇAS DE REGIME ENTRE DIURNO E PÓS-LABORAL/NOTURNO E MUDANÇAS DE RAMO

Para os cursos que funcionam em mais que um regime (diurno e noturno ou pós-laboral), apenas é aceite um pedido de mudança de regime por ano letivo.

Além disso, as mudanças de regime e as mudanças de ramo não podem ser solicitadas no ano de matrícula.

Na ESTSetúbal não são aceites pedidos de alteração entre o horário diurno e o pós-laboral.

CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES

Os calendários de matrículas e inscrições para 2017/2018 podem ser consultados no seguinte documento Calendário de Matrículas e Inscrições (PDF | 76KB)