This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Estudantes Casos de Sucesso Margarida Figueiredo
MARGARIDA FIGUEIREDO

Licenciatura em Ensino Básico – 1º Ciclo

Margarida Figueiredo é antiga aluna do Instituto Politécnico de Setúbal.

Frequentou a Licenciatura em Ensino Básico - 1º Ciclo na Escola Superior de Educação do IPS, entre 1995/1996 e 1999/2000. Após o curso, investiu bastante na formação contínua, exercendo sempre as funções de docente e aceitando cargos de orientação e de gestão nos variados agrupamentos de escolas por onde passou.

Atualmente, é Professora do Quadro de Agrupamento, na Escola EB1 JI da Azeda - Agrupamento Cetóbriga, onde exerce há já cinco anos, lecionando o 4º ano do 1º Ciclo a par com o cargo de conselheira do Conselho Geral e desempenhando funções no grupo efetivo de trabalho da Comissão de Auto - Avaliação do Agrupamento.

A Licenciatura diz foi "exigente, aprendente e duradoura".

1. Licenciou- se em Ensino Básico 1º ciclo. Foi uma opção tomada por vocação?
O ensino foi sempre uma vocação. Anteriormente, exerci funções no 2º e 3º ciclos, lecionando Português e Francês, a minha primeira formação. O desejo de trabalhar com os mais pequenos foi um desafio que a vinda do meu filho despoletou.

2. Porque escolheu a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal?
Pelas referências que obtive na altura, sendo um local onde o conceito de Escola se cruzava com o meu sentir face à mudança / inovação de práticas pedagógicas.

3. Quais as mais-valias que o curso de Ensino Básico - 1º ciclo na ESE/IPS oferece?
Atualmente, com as novas adaptações ao processo de "Bolonha", sou crítica e cética. No ano letivo passado, tive a experiência de ter estagiárias do novo curso LEB e, sinceramente, conclui que é difícil saírem com o mesmo perfil de educador/professor com que eu saí.

4. Após 10 anos de curso, quais os momentos que recorda como mais marcantes?
A exigência do trabalho e a amizade que nos unia para responder da mesma forma exigente e responsável.
A minha VIDA sempre feliz: Estudante, Trabalhadora, Esposa e Mãe.

5. Depois de concluir a licenciatura em Ensino Básico 1º ciclo como foi a integração no mercado de trabalho?
Como terminei com uma média considerada boa, não tive problemas. Comecei a lecionar no 1º Ciclo com bacharelato ao mesmo tempo que completava a licenciatura. Nesse mesmo ano entrei para o quadro. Hoje em dia, tudo é diferente...

6. E após o "primeiro emprego"? Fale-nos um pouco do seu percurso profissional.
Tem sido sempre enriquecedor, quer a nível profissional, desafiando- me a mim mesma a aceitar funções diversificadas e a aprender com elas, em contextos de escola tão diferentes uns dos outros, quer a nível pessoal e social. Continuo com a mesma atitude de "professor aprendiz" que é uma das bases para continuar a evoluir enquanto professora de um mundo em constante mudança. Sou uma lutadora de causas justas. Sim, sou. Sinto-me satisfeita comigo mesma por saber ser capaz de aprender a aprender com todos os que me rodeiam.

Projeto Ambiental: No cultivo da horta pedagógica aprender pela descoberta para um mundo sustentável.
Educação cívica: Educar através de experiências diferentes com a comunidade educativa.
Projeto: Estimar as Pessoas e as Coisas - Atividade de promoção para a saúde e igualdade de oportunidades independentemente do sexo, da capacidade física...

7. Apesar da problemática da colocação dos docentes no Ensino Público, a ESE/IPS continua a preencher vagas de cursos de Educação na totalidade. Como vê esta realidade?
Ótima, é sinal que continua a formar bons profissionais e a ter o reconhecimento de sempre.

8. Complete a seguinte frase: "Ser professor em Portugal...
... é fazer acontecer o ensino e a aprendizagem com alma, dedicação e responsabilidade, apesar das dificuldades impostas".

9. Está a ser desenvolvida a Associação de Antigos Alunos do IPS. Consideraria fazer parte deste projeto?
Talvez. Depende da pertinência com que será criado.

10. Que conselhos deixa aos estudantes do IPS que os ajude na integração no mercado de trabalho?
Trabalhem e definam objetivos. Para que quero ser professor? Como poderei ser um bom professor? Que experiências posso vir a ter? Quero continuar a aprender?
Encontrem respostas.
Sejam sempre curiosos pelo saber. Construam de forma cativa a aprendizagem e façam todos e cada um dos alunos felizes, começando por vós.