This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Estudantes Atividades Académicas Bolsas de Estudo por Mérito
BOLSAS DE ESTUDO POR MÉRITO
BOLSAS DE ESTUDO POR MÉRITO
As Bolsas de Estudo por Mérito pretendem distinguir os estudantes do ensino superior com aproveitamento escolar excecional no curso que frequentam, tal como previsto no:

Regulamento de Atribuição de Bolsas de Mérito a Estudantes de Instituições de Ensino Superior.
Despacho nº 7761/2017 (PDF | 220KB)

É a Direção Geral do Ensino Superior (DGES) que despoleta o processo de atribuição das bolsas, encontrando-se presentemente atribuídas as bolsas relativas ao ano letivo 2013/2014.

O processo de seleção dos estudantes candidatos às bolsas de mérito é realizado de forma automática pela Divisão Académica, a partir da informação escolar dos estudantes inscritos nos cursos ministrados no ano em causa (cursos de especialização tecnológica, cursos técnicos superiores profissionais, licenciaturas e mestrados) das escolas do IPS, através da aplicação de critérios definidos no Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo por Mérito a Estudantes do IPS (PDF | 108KB).

Quem pode receber Bolsas de Estudo por Mérito?

  • Os estudantes que tenham estado inscritos no ano letivo a que reporta a bolsa, em qualquer ano e curso de especialização tecnológica, curso técnico superior profissional, licenciatura ou mestrado, ministrado nas escolas do IPS.
  • Os estudantes podem beneficiar de atribuição de bolsa de estudo por mérito desde que satisfaçam, cumulativamente, no ano letivo em causa, os seguintes critérios académicos, reveladores de um aproveitamento escolar excecional:
      - Tenham estado inscritos em todas as unidades curriculares que integram o ano curricular do plano de estudos em que se encontravam inscritos
      - Tenham tido aproveitamento en todas as unidades curriculares;;
      - A média das classificações das unidades curriculares tenha sido superior ou igual a Muito bom (16).
Quais os fatores de desempate?
  • Média, calculada até à segunda casa decimal, das classificações obtidas em todas as unidades curriculares em que o estudante já obteve aprovação, caso satisfaça as condições de elegibilidade;
  • Média, calculada até à segunda casa decimal, das classificações obtidas nas unidades curriculares específicas do curso que frequenta;
  • Número total de unidades curriculares em que o estudante já obteve aprovação.
Quantas bolsas podem ser atribuídas?
  • O número de bolsas de estudo por mérito a atribuir em cada instituição de ensino superior em cada ano letivo é igual ao resultado da divisão por 500, arredondado por excesso, do número de estudantes inscritos, no ano letivo imediatamente anterior no conjunto dos cursos que ministra.
  • Sempre que uma escola não reúna o número de estudantes com os requisitos para o preenchimento da totalidade das bolsas que lhe foram atribuídas, as remanescentes revertem a favor das restantes escolas do IPS, sendo atribuídas, até esgotarem, aos estudantes não contemplados dessas escolas, ordenados, em lista única, por ordem decrescente das médias das classificações obtidas.
Quem define a seleção dos estudantes, calendário, atribuição de bolsas?
  • A Divisão Académica procede à elaboração das listas de estudantes de cada escola, que reúnem as condições, elaborando um relatório que submete ao Presidente do IPS para aprovação.
  • As listas são publicadas no Portal do IPS, para consulta pública, sendo dados 5 (cinco dias) para a apresentação de reclamações.
  • Findo o prazo e dirimidas todas as eventuais reclamações, compete ao Presidente do IPS, decidir sobre a atribuição das bolsas.
Como se desenvolve o processo?
  • A DGES informa qual o montante de bolsas atribuídas ao IPS, relativas a que ano letivo.
  • A Divisão Académica elabora proposta do número de bolsas a atribuir a cada Escola, tendo em conta o número de estudantes constantes no Sistema de Informação do IPS, no ano letivo em causa.
  • A proposta de distribuição de bolsas é enviada enviada às Escolas para que se pronunciem, sendo posteriormente aprovada pelo Presidente do IPS.
  • A Divisão Académica procede à recolha dos nomes dos estudantes e demais elementos necessários à seleção.
  • É afixada no Portal do IPS, nesta mesma página, a lista contendo o(s) estudante(s) selecionado(s), devendo esta ser organizada por ordem, do melhor para o pior classificado.
  • Da lista deve constar ainda o curso e o ano do(s) estudante(s) selecionado(s), assim como a explicitação, para cada um, dos elementos que serviram de base à classificação atribuída.
  • No prazo de 5 (cinco) dias úteis após a afixação da lista, podem ser apresentadas reclamações para à Chefe de Divisão Académica, por parte dos estudantes que se julgam prejudicados, com fundamento em dados objetivos que demonstram a não aplicação correta dos critérios definidos para a seleção.
  • Decididas as reclamações, é organizada a proposta para decisão final do Presidente do IPS a qual deverá ser acompanhada de um relatório sobre o processo de atribuição.
  • Após a decisão, será afixada, nesta mesma página, a lista global dos estudantes contemplados, a nível do IPS.
Divulgação provisória das bolsas a atribuir

Será nesta área que, antes de proceder à atribuição das bolsas, se colocará a informação pública, de forma a que a mesma possa ser auditada pela comunidade IPS.

Eventuais reclamações a esta informação devem ser remetidas impreterivelmente até à data a afixar, para o endereço divisao.academica@ips.pt .

Bolsas de Estudo por Mérito atribuídas no IPS: