This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS reflete sobre orientação vocacional no secundário

UGUIDE reforça rede de parcerias com as escolas secundárias e profissionais da região



O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) organizou, no dia 31 de janeiro de 2013, a primeira edição do UGUIDE - Pensar o Futuro, um encontro com professores e orientadores vocacionais do ensino secundário e profissional que pretende refletir sobre a orientação vocacional dos jovens e, em simultâneo, contribuir para a construção de uma relação de maior proximidade entre o ensino secundário e o ensino superior. O evento reuniu representantes de várias escolas da região que, ao longo do dia, tiveram a oportunidade de refletir sobre as metodologias de trabalho com os jovens, partilhar experiências e conhecer melhor os espaços e atividades desenvolvidas no IPS.

O primeiro workshop, subordinado ao tema "O papel das redes e parcerias nas dinâmicas de orientação vocacional dos estudantes", foi dinamizado pela Profª. Carla Cibele, docente da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE/IPS) e permitiu reforçar a importância do trabalho em rede, uma vez que na opinião da docente "não fazemos bem o nosso trabalho se não tecermos algum tipo de relação com os outros". Explicou ainda que "o ensino secundário e o ensino superior têm uma relação óbvia, que não tem sido construída de forma muito eficaz", devendo, no entanto, potenciar-se o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nesse sentido.

No período da tarde foi discutido "O papel do ensino superior politécnico na qualificação dos jovens e na preparação para o mercado de trabalho". A mesa redonda, dinamizada pelo Vice- Presidente do IPS, Prof. Pedro Dominguinhos, abordou questões como "Que competências procuram os empregadores, hoje?" ou "Como é que os ensinos secundário e superior as trabalham?", destacando o trabalho que tem vindo a ser realizado pelo IPS no acompanhamento da integração dos diplomados na vida ativa.





Na opinião da generalidade dos participantes a iniciativa revelou-se interessante e propícia para o desenvolvimento do trabalho em rede. De acordo com a Profª. Ângela Ribas, da Escola Secundária João de Barros, "o encontro despertou-nos para a possibilidade de articulação do ensino secundário com o ensino superior", opinião também manifestada pelo Prof. José Camacho, da Escola Profissional de Setúbal, que acrescenta "a importância da criação de uma rede de contactos com colegas de outras escolas". Em relação ao IPS os docentes e orientadores vocacionais mostraram-se satisfeitos, realçando os "bons recursos, bons profissionais, variedade de cursos e proximidade geográfica", segundo refere a Profª. Cristina Morais do Agrupamento de Escolas Romeu Correia. O dia terminou com uma visita à Residência de Estudantes do IPS.

Opções
Últimas Notícias
Mudança de par instituição/curso e reingresso | Até 14 de janeiro
Docente Paulo Nunes distinguido com Prémio Prof. Albino Maria
IPS integra primeiro Centro Internacional para a Água em Portugal
Projeto de estudantes do IPS escolhido para potenciar turismo no Alentejo