This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

17ª edição do Poliempreende | Vencedores

'Increas' vence fase regional e irá disputar a final nacional, em 2021, na Madeira

O Instituto Politécnico de Setúbal apurou os finalistas para a 17ª edição do Poliempreende, no passado dia 23 de junho. 

##1## ##2## ##3##

A equipa vencedora desta edição foi a "Increas", composta pelos estudantes Diogo Alves, João Monteiro e Micael Alves, finalistas da licenciatura em Tecnologia Biomédica, da ESTSetubal. 
O projeto apresentado contempla o desenvolvimento de biossensores, que acoplados a uma superfície, permitem assimilar e tratar dados variados desde a postura até ao stress e apresentados através de uma plataforma em desenvolvimento. Além do primeiro lugar, a "Increas" conquistou o prémio de registo de patente, atribuído pela Gastão Cunha Ferreira, com o prémio de registo de patente.

Dentro das sete ideias a concurso, o projeto "Health and Tourism Agency" foi merecedor de um 2º lugar. Carolina Silva e Sara Galveias, estudantes do mestrado em Gestão Estratégica de Recursos Humanos, da ESCE, e Inês Lopes, mestre em Marketing Digital, apresentaram a sua ideia de negócio na área do Turismo de Saúde, que combina o turismo de saúde com a de uma agência de recrutamento de profissionais de saúde.

O 3.º lugar foi obtido por Nuno Francisco, diplomado em Engenharia Mecânica, pela Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, Nuno Francisco. O seu projeto, denominado "Mycharge", visa a criação e implementação de carregadores elétricos domésticos, com diferenciação no design, atuando assim na área da energia sustentável. Relativamente a todo o processo de capacitação que culmina com a apresentação de uma ideia de negócio a um júri, Nuno afirmou que "acima de tudo foi muito importante ouvir o feedback do júri para poder pensar nos próximos passos". O Nuno foi ainda premiado, pela comOn, com horas de consultoria em gestão estratégica de Marca.

Poliempreende assenta na maior rede nacional de promoção do empreendedorismo no ensino superior, sendo constituído por 21 instituições politécnicas nacionais.

O concurso anual tem duas fases: a primeira regional, dinamizada individualmente por cada um dos parceiros e a segunda nacional, onde irão concorrer todos os vencedores do concurso regional. Devido ao contexto de pandemia, a final nacional foi adiada para 2021, num evento coordenado pela Universidade da Madeira.

 O júri regional, contou com elementos internos e externos ao IPS, tendo sido presidido pelo Prof. Pedro Dominguinhos. Fizeram parte do júri o Dr. Filipe Cardoso, representando o Banco Santander Totta, o Dr. Manuel Moniz Pereira, representando a Gastão Cunha Ferreira Lda e o Dr. Rui Gouveia, representando a ComOn. Uma vez mais, o conhecimento de mercado e as várias perspetivas de cada membro do júri, irão permitir aos participantes melhorar as suas propostas de negócio.

Mais informações aqui.

13 de agosto/2020

Opções
Últimas Notícias
Politécnico de Setúbal coloca mais de mil novos estudantes
Politécnico de Setúbal regressa ao ensino presencial
Atualização COVID-19 | Ano letivo 2020/2021
Tourism Explorers regressa a Setúbal
Informação Académica | Inscrições, prazos, contactos