This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Google reconhece IPS enquanto parceiro na formação digital

Multinacional formou mais de 35 mil portugueses no primeiro ano do 'Ateliê Digital'

Lançado em dezembro de 2016 no Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), o projeto pioneiro "Ateliê Digital", da multinacional Google, já formou mais de 35 mil portugueses em competências digitais, através de cursos gratuitos, presenciais e online.



Eis o balanço do primeiro ano do "Ateliê Digital", assinalado no passado dia 8 de fevereiro, em Lisboa, numa cerimónia em que Pedro Dominguinhos, presidente do IPS, recebeu das mãos de Bernardo Correia, diretor- geral da Google Portugal, o troféu que reconhece o papel pioneiro da instituição de ensino na melhoria das competências digitais em Portugal.

Trata-se, aliás, de uma aposta muito cara ao IPS, patente noutras parcerias, nomeadamente com o projeto nacional GEN10S, promovido pela SIC Esperança, associação Ayuda en Acción e Google, e que prevê formar em linguagem de programação Scratch cerca de 5 000 alunos do 5.º e 6.º anos e 500 professores, em todo o País.

Recorde-se também que o presidente do IPS é um dos 10 coordenadores da Iniciativa Nacional Competências Digitais - Portugal INCoDe.2030, lançada pelo Governo em abril último e que pretende reforçar as competências básicas em Tecnologias de Informação e Comunicação da população portuguesa, preparando-a para as oportunidades de emprego emergentes e baseadas no digital.  

Apoiado pelo Governo português, representado na sessão pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e pela secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, o "Ateliê Digital" da Google pretende dotar os portugueses (com ou sem formação académica, empregados ou desempregados), e de forma gratuita, das ferramentas necessárias para tirar partido das oportunidades que advêm da digitalização da economia, e além disso contribuir para fomentar o empreendedorismo em solo nacional.  

O número expressivo de cidadãos que concluíram a ações de formação surpreendeu os governantes e também Francisco Ruiz Antón, diretor de Assuntos Institucionais da Google para Portugal e Espanha. "Em comparação com outros países, a experiência portuguesa é das melhores", o que demonstra que a "juventude portuguesa está consciente da importância da formação em competências digitais", afirmou. 

A formação presencial, que já passou por Setúbal, Lisboa, Leiria, Aveiro, Porto e Peniche, regressa em breve ao IPS, entre os dias 28 de fevereiro e 2 de março, para mais uma edição do curso gratuito em Marketing Digital, especialmente dirigido aos estudantes e diplomados do IPS, mas também aberto à restante comunidade académica e a outros interessados em ampliar os conhecimentos sobre o mundo digital. 

O programa formativo incide na otimização para motores de pesquisa (SEO), marketing para motores de pesquisa (SEM), marketing nas redes sociais e mobile, análise de web e internacionalização, conciliando teoria e prática.

 

Legenda da foto: Pedro Dominguinhos, presidente do IPS; Bernardo Correia, diretor-geral da Google Portugal

 

 

14 de fevereiro/2018 

 

Opções
Últimas Notícias
António Costa elogia dinâmica inovadora do Politécnico de Setúbal
Enfermagem da ESS/IPS entre os 30 cursos com maior empregabilidade
Vocologia do Fado | Primeiro estudo científico da voz cantada em Portugal
Casting Novo Rosto IPS
Politécnico de Setúbal entre os parceiros do Ageing Congress 2018