This Page in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Ajuda Contextual  
Escola Superior de Tecnologia de Setúbal Secretaria Académica - informações
Você está em: Início > Cursos > Disciplinas > EEC21114
Menu Principal
Autenticação





Esqueceu a sua senha de acesso?
Mapa da ESTSetúbal
Edifício ESTS Bloco A Edifício ESTS Bloco B Edifício ESTS Bloco C Edifício ESTS Bloco D Edifício ESTS Bloco E Edifício ESTS BlocoF Mapa interactivo do campus. Clique num determinado edifício.

Electrotecnia II

Código: EEC21114    Sigla: ELECT2
Áreas Científicas: Electrotecnia e Sistemas de Potência

Ocorrência: 2013/2014 - 1S

Secção: Electrotecnia e Sistemas de Potência

Cursos

Sigla Nº de Alunos Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
EEC Plano de Estudos _ Bolonha 2006 7 ECTS 90 189

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 4
Laboratórios: 2

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 3 12,00
José Maia   4,00
Natália Santos   8,00
Laboratórios Totais 6 12,00
António Roque   2,00
Daniel Foito   6,00
Dulce Costa   2,00
Svetlana Chemetova   2,00

Docência - Responsabilidades

DocenteResponsabilidade
Natália Maria Madeira da Silva Rosa Marques dos SantosResponsável

Língua de Ensino

Português

Objectivos

- Circuitos elétricos em corrente alternada, em regime estacionário;
- Metodologias de análise de circuitos em corrente alternada;
- Sistemas trifásicos;
- Comportamento dos circuitos elétricos em regime transitório;

Programa

CAPÍTULO I - Estudo de Circuitos em corrente alternada, em regime estacionário
Funções alternadas sinusoidais. Valor médio e valor eficaz. Representação simbólica. Operações na forma complexa. Corrente alternada sinusoidal através de: resistência, indutância, capacidade. Circuito RC série. Circuito RL série. Circuito RLC série ou circuito ressonante série. Circuito RL//C. Análise energética. Fundamentos da energia reativa. Compensação do fator de potência.

CAPÍTULO II - Análise de circuitos em corrente alternada
Método das tensões nos nós. Método das correntes nas malhas. Teorema da sobreposição. Teoremas de Thèvenin e Norton.

CAPÍTULO III - Sistemas Trifásicos
Ligações em estrela e em triângulo. Potência nos sistemas trifásicos. Cargas equilibradas e não equilibradas.

CAPÍTULO IV - Análise de circuitos em regime transitório
Circuitos RL série, em corrente contínua e corrente alternada.
Dispositivos de proteção dos circuitos contra fenómenos transitórios.
Circuitos RC série, em corrente contínua e corrente alternada.

Bibliografia:
- Folhas teóricas de apoio às aulas teórico-práticas;
- Folhas com coleção de problemas de apoio às aulas teórico-práticas;
- J. W. Nilsson, S. A. Riedel, “Circuitos Eléctricos”, 5ª Ed. , LTC, 1999
- R. L. Boylestad, “Introductory Circuit Analysis”, Prentice Hall Internacional Editions, 9th Edition, 2000
- L. Bessonov, “Electricidade Aplicada para Engenheiros”, 2ª Edição, Lopes da Silva Editora, 1977
- W. H. Hayt, J. Kemmerly, “Engineering Circuit Analysis”, McGraw-Hill International Editions, 5th Ed., 1993
- V. Meireles, “Circuitos Eléctricos”, 3ª Edição Revista, Edições LIDEL, 2005

Métodos de Ensino

Aulas teórico/práticas:
- Exposição das matérias teóricas, realizada com a combinação do método expositivo com o método interpretativo, apelando à participação dos alunos. Resolução de probemas de aplicação em que se promove a participação ativa dos alunos.
Aulas de laboratório:
- É seguido o método participativo, embora também sejam utilizados outros métodos ativos, conforme as situações. Realização de 9 trabalhos laboratoriais com apoio de guias específicos.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Cálculo da Classificação Final

Avaliação:
Para além das provas de avaliação contínua nos laboratórios será realizado um exame final. Em alternativa, o exame final poderá ser substituído por dois testes intercalares a realizar em moldes semelhantes nas datas previstas no calendário escolar.
Condições de Aprovação:
A nota final da disciplina será calculada do seguinte modo:
- Nota dos laboratórios (NL), calculada com base na realização dos trabalhos e duas provas práticas, igual ou superior a 10 valores com o peso de 30%.
(Para que haja aprovação nos laboratórios, a nota da prova prática terá que ser positiva, ou seja, igual ou superior a 10).
- Nota do exame final (NE) obrigatoriamente igual ou superior a 10 valores, com o peso de 70%.
- No caso da avaliação por testes, a nota mínima em cada teste é de 8 valores sendo a nota mínima na média dos testes de 10 valores, com o peso de 70% à semelhança do exame.

Provas e Trabalhos Especiais

Aulas de laboratórios:
- Trabalhos de laboratório (9), cuja avaliação terá como base: o desempenho na realização dos trabalhos durante as aula e respetivos relatórios;
- Provas práticas de laboratório (2);
NOTA IMPORTANTE: Para obter aprovação nos laboratórios os alunos terão obrigatoriamente de realizar um número de trabalhos previamente definido.

Observações

Os alunos com estatuto de estudante trabalhador ou similar, deverão apresentar até à segunda semana do semestre, ao docente da UC as suas especificidades pertinentes, nos termos previstos nos diplomas legais.
COMPONENTE PRESENCIAL:
Teórico-prática: 60 h/semestre
Prática laboratorial: 30 h/semestre
Total Componente Presencial: 90 h/semestre
COMPONENTE DE TRABALHO AUTÓNOMO:
Estudo da matéria leccionada e preparação dos trabalhos laboratoriais: 3 h/semana
Preparação para exame: 45 h/semestre
Total Componente trabalho autónomo: 90h/semestre
CARGA GLOBAL DE TRABALHO: 180 h/semestre

Opções
Últimas Notícias
Novo portal IPS 'Study in Setúbal' - Estudante Internacional
Acesso extraordinário à época especial em setembro.
Calendário de matrículas/inscrições 2014-15
Nova Pós-Graduação em Motorização de Veículos Elétricos e Híbridos
Nova Licenciatura em Tecnologias de Energia
Candidaturas abertas - 2ª Fase - Cursos de Especialização Tecnológica
Candidaturas abertas - Mestrados 2014/2015
Página gerada em: 2014-08-29 às 02:08:15